A garota que apenas correu

Exatamente após alguns erros e meio ela percebeu que havia de mudar. O inverno veio anunciar um novo começo. Aquela falta de respostas lhe doía o coração, e estava cada dia mais perdida em si.

Porém pior que isso, foi provar seu próprio veneno, ela não sabia que a frieza machucava tanto quanto a dúvida de um amor.

Ela não sabia que ele sofria de ambos. Ela não sabia amar. E por estranho que pareça, ela não sabia ser amada.

Esperou por um amor a vida inteira, porém sabia que jamais se entregaria a alguém. Os amores que viveu, não foram. Foram terrores. E lá estava mais uma vez jogando tudo fora como se nunca tivesse sido amada.

Foi então que após mil epifanias, ela se levantou, numa determinação de fazer algo que realmente não sabia o que era. Por isso, mesmo desejando voar, ela fez o mais próximo que podia. Ela correu, de maquiagem e oxford, correu como nunca. Estava em busca do que buscar.

Não sei ao certo quando ela parou de correr, ou se ainda está correndo. Mas é este seu novo começo, apenas correr e ter a esperança de um dia aprender a amar, e ser amada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: