Memórias

Definitivamente, terminou. Durante o colegial inteiro a gente sempre espera pelo terceiro e pela formatura, faz planos para faculdade e viagens que poderíamos fazer durante esses três anos de ensino médio. Pois é, chegou o fim. É muito triste saber que todas as lembranças serão apenas lembranças e que as pessoas as quais participaram dessas lembranças, talvez nunca mais as vejamos.

Foi um ano turbulento, para falar a verdade. Muitos dos planos que fiz, não deram certo e o que aprendi foi que não adianta traçarmos um futuro para nós e seguir da nossa maneira, pois a vida é quem mostra para onde vamos e que tem Alguém por trás de tudo isso cuidando de nós para não nos perdermos no meio do caminho. Durante todo esse tempo, fiquei remoendo as palavras à procura da maneira perfeita para descrever tudo o que passamos durante esses três anos, principalmente esse ano, mas elas foram insuficientes. Agora sei que crescemos e o nosso modo de agir afeta muito mais quem está ligado a nós do que antes, quando éramos apenas adolescentes.

Foi uma dor terrível ter que despedir de tudo isso, mas desejo que isso aconteça com todo mundo porque é a maneira mais simbólica e honrada de se valorizar as lembranças e as amizades feitas na adolescência. Não posso ser totalmente independente, ter maioridade ou qualquer responsabilidade, mas posso afirmar que terminei uma etapa da minha vida com grande estilo: uma linda festa com as pessoas as quais sempre me lembrarei e sei que daqui a uns vinte anos, olharei para trás e chorarei de saudade de tudo o que passamos juntos.

Se eu continuasse, não caberia em centenas de caracteres o que significam para mim. “Só enquanto eu respirar, vou me lembrar de vocês.”

Dedico esse texto aos meus queridos amigos do 3º colegial, 9ª turma do colégio Objetivo.

Anúncios